Sobre

O que é o HIDS?

A proposta de um HUB Internacional para o Desenvolvimento Sustentável é construir uma estrutura que combina e articula ações, através de parcerias e cooperações entre instituições que possuem competências e interesses voltados a prover contribuições concretas para o desenvolvimento sustentável de forma ampla, incluindo as ações que tenham impactos nos eixos social, econômico e ambiental. Essa estrutura deve estar sediada em um local onde as sinergias são identificadas e potencializadas, sendo, desse modo, denominada como um HUB. A ocupação dessa área é uma oportunidade de explorar iniciativas para promover atender e incentivar a Agenda 2030, da ONU, com seus 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, um compromisso assinado por 193 países, incluindo o Brasil.

Sua visão é contribuir para o processo do desenvolvimento sustentável, agregando esforços nacionais e internacionais para produzir conhecimento, tecnologias inovadoras e educação das futuras gerações, mitigando e superando as fragilidades sociais, econômicas e ambientais da sociedade contemporânea.

Conceitos

Entende-se que o HIDS possa ser concebido para atuar como um laboratório vivo, com a intenção de se tornar um modelo internacional de distrito inteligente e sustentável (em seu sentido amplo). Para tanto, será preciso explorar o uso misto do solo e adotar como referência as melhores práticas mundiais de cidades que planejaram seus espaços urbanos ancorados em princípios sustentáveis. Ainda com respeito às atividades que podem ser desenvolvidas no HIDS, compreende-se que cada ator e instituição partícipe desta iniciativa poderá atuar de modo coerente com sua própria missão e visão de futuro, mas sempre tendo como prerrogativa o atendimento aos princípios do desenvolvimento sustentável. Em sua essência, o HIDS pode ser edificado, conforme sugerido pela PUC-Campinas, para ser uma Zona Franca de Conhecimento, consolidando-se como um locus atraente para a troca de conhecimento com o mundo.

Vislumbra-se que todas as atividades e o desenvolvimento urbano do HIDS devem ter como pano de fundo a preservação e conservação do meio ambiente e podendo, entre outros exemplos:

  • promover coleta, tratamento e reciclagem de resíduos sólidos,
  • o uso racional da água,
  • utilizar energia limpa e de modo eficiente,
  • desenvolver e utilizar tecnologias e modelos de negócios inovadores como a Internet das Coisas (IoT), utilizar veículos autônomos, economia circular e compartilhada,
  • garantir a emissão líquida zero de gases causadores do efeito estufa
  • propor novas soluções para a habitação e com acesso às amenidades de uma cidade do futuro.

Foto: Luis Francisco Macedo

Projeto: Ana Caroline/Camila Kato/Elena Gomez/Helena Monteiro/Luiz Nascimento/Rafael Kenzo

Masterplan

Com a prospecção do HIDS tendo alcançado a cidade de Campinas e região, os reitores da Unicamp e da PUC-Campinas, bem como o prefeito e o vice-prefeito de Campinas, estabeleceram um compromisso para a construção de um Acordo entre as partes envolvidas (stakeholders) sobre sua proposição. Este Acordo irá definir, em linhas gerais, o conteúdo, os valores e os critérios que guiarão a elaboração do masterplan do distrito, trazendo as diretrizes gerais consensuadas por estes atores e amparadas, sempre, nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Reconhecendo a importância desta iniciativa para o desenvolvimento da região e mesmo do país, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) irá financiar, a fundo perdido, as atividades relativas ao desenvolvimento de um masterplan para o HIDS até o final de 2021. Este masterplan será elaborado por uma equipe da Unicamp, PUC-Campinas e prefeitura de Campinas, com apoio de grupos de trabalho compostos por todas as instituições do Conselho Consultivo Fundador do HIDS. Esses grupos de trabalho estão divididos em seis componentes que buscam contemplar os diferentes aspectos presentes em um projeto complexo como este.