Notícias

Startups selecionadas pelo programa TechStart Agro Digital iniciam etapa de aceleração

O programa TechStart Agro Digital, promovido pela Embrapa Informática Agropecuária e a Venture Hub para o desenvolvimento e a escalada de soluções digitais para o agronegócio, deu início, no dia 22 de fevereiro, à fase de aceleração das startups classificadas. Durante 21 semanas, elas receberão suporte tecnológico e de negócios e terão ainda oportunidades de conexão com instituições de pesquisa, corporações e investidores.

A abertura desta etapa do programa teve a participação do presidente da Embrapa, Celso Moretti, que ressaltou que a agricultura digital segue sendo um dos principais focos de atuação da Empresa. “A adoção de ferramentas digitais em maior escala vai permitir que nós tenhamos, além da inclusão produtiva e aumento da produtividade e sustentabilidade, uma maior agregação de valor aos produtos do agronegócio brasileiro”, afirmou. “O nosso papel é desenvolver soluções para resolver problemas do agronegócio brasileiro e o TechStart Agro Digital é mais uma grande oportunidade de nós fazermos isso junto com as startups e com nossos parceiros”.

A segunda edição do programa recebeu mais de 120 inscrições, de 15 estados brasileiros e 4 países diferentes. Devido à pandemia de covid-19, foi necessário adaptar as atividades ao formato virtual. Na primeira etapa de seleção (Warm Up), 29 startups participaram de encontros on-line, ao longo de dez semanas, para a avaliação do estágio de cada proposta. Dessas, nove empresas foram classificadas para seguir no programa, apresentando soluções que abrangem a aplicação de tecnologias digitais para serviços de agrometeorologia, estimativas de produtividade, comercialização, inteligência de negócios, gestão da produção, avaliação do imóvel rural, drones e análise da microbiologia do solo. São elas a AgriPad, Agrymet, BIOME4ALL, Busca Terra, Dronagro, StormBox, Edroponic, Hortify e Mititech.agro.

O processo de aceleração vai contar com treinamentos e mentorias especializadas para desenvolvimento e validação de produtos, vendas e acesso ao mercado, além de orientações nas áreas jurídica, de patentes e propriedade intelectual. “Enxergamos a inovação como a possibilidade de trazer solução para os problemas do mundo nas mais diversas áreas, seja a inovação tecnológica ou no modelo de negócios”, afirma o CEO da aceleradora Venture Hub, Érico Pastana. Para ele, um dos objetivos finais é fazer com que as startups alcancem o mercado com suas soluções e tenham impacto na sociedade.

Durante o programa, os participantes também poderão utilizar a infraestrutura de coworking do Innovation Hub Campinas, da Venture Hub, e terão acesso gratuito às informações e modelos agropecuários gerados pela Embrapa, disponíveis na Plataforma AgroAPI. A ferramenta contempla dados sobre cultivares e produtividade, zoneamentos agrícolas e dados genômicos, que são acessados por meio de APIs (interface de programação de aplicativos, na tradução do inglês) e podem ser utilizados no desenvolvimento de novas soluções.

Esta edição do TechStart Agro Digital tem o apoio da Airbus Defence and Space, Bayer, Google Cloud, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (Sistema Faesp/Senar) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-SP), além da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), que também vão contribuir com atividades de mentoria e oferecer às startups facilidades de acesso a ferramentas exclusivas.

Por Graziella Galinari

Fonte: Embrapa Informática Agropecuária

 

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.